sábado, 3 de julho de 2010

Você sabe qual a sua frequência cardíaca máxima? E a mínima?


Olá! Hoje acordei lembrando que deveria verificar a minha frequência cardíaca em repouso para que pudesse fazer o cálculo e verificar a minha frequência máxima e a mínima. Sim, mas aí você me diz e eu com isso? Nada, nada mesmo a não ser que você seja uma pessoa que não sabe seus limites e pode ter uma parada cardíaca fazendo uma simples esteira.
Eu também achava que a fórmula da atividade física era a seguinte: ser nova + atividade física em qualquer intensidade = ficar saudável e linda. Mas descobri que não é bem assim que a banda toca e que o monitoramento da frequência cardíaca é mais do que importante, é necessário.
Bem, mas como hoje meu marido saiu muito cedo eu acordei e levantei rapidamente da cama, esquecendo de medir a minha frequência em repouso absoluto, vai ficar para amanhã.
Entretanto encontrei uma tabelinha bem interessante com a frequência por idade e a máxima e mínima, para ter uma idéia de quanto nosso coração pode bater, de forma segura, enquanto realizamos atividade física. Há ainda uma forma bem simples de cálculo:
220 menos a idade (para homens) e 226 menos a idade (para mulheres).
Deve-se trabalhar de 60% a 75% deste valor, por ser uma faixa segura para a maioria das pessoas a menos que você tenha problemas de cardiopatias, pressão alta e outros. Neste caso, principalmente, não inicie as atividades antes de fazer a avaliação física.
Agora vou procurar um frequêncimetro para mim, pois meu coração se empolga bastante quando estamos na esteira, e a dona dele também... Aí já viu, né?
Beijos e vamos que vamos.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Postar um comentário